Histórias Coloridas na Vila: novo projeto literário para ciclo de alfabetização

Publicado: 29 de Julho de 2021
Histórias Coloridas na Vila: novo projeto literário para ciclo de alfabetização

Histórias Coloridas na Vila: novo projeto literário para ciclo de alfabetização






De: Secretaria de Educação 
Texto: Brenda Scota| Foto: Assessoria
Criado: 27 de julho de 2021

A Secretaria Municipal de Educação lançou, em parceria com a Colorir – Criando Valores, o projeto literário “Histórias Coloridas na Vila” para o ciclo de alfabetização da rede municipal de Vila Velha.

O projeto engloba contação de histórias de diferentes gêneros literários para os alunos, incentivando a leitura e ampliando o desenvolvimento da imaginação e da formação de experiências. Os professores, pedagogos e bibliotecários também terão acesso às contações, para que possam desenvolver atividades em sala de aula a partir das temáticas. 

Serão dez lives que acontecerão quinzenalmente, às quartas-feiras, de julho até dezembro, no canal da Secretaria e serão disponibilizadas posteriormente na plataforma Escola Tá ON.

O primeiro gênero literário a ser trabalhado será o conto de fadas. A live de lançamento será a história “João e Maria” e acontece nesta quarta-feira (28), às 8 horas da manhã. Você pode assistir aqui. Já segunda contação é “Patinho Feio” e acontece no dia 11 de agosto, às 14 horas, e poderá conferir aqui

Outros gêneros serão trabalhados, como fábulas, contos populares e contos natalinos. Também faz parte da programação duas histórias de lendas capixabas, que serão contadas com o objetivo de valorizar a história e a cultura do estado.

Além das contações de histórias, o projeto visa fortalecer outras ações de incentivo à leitura e fortalecer ações de formação de leitores. Para isso, será proporcionado um curso de aperfeiçoamento para contadores de histórias, que acontecerá nos dias 02, 03 e 05 de agosto. O público-alvo são os professores, pedagogos, bibliotecários e demais profissionais da educação que atuam no ciclo de alfabetização.

Elson Augusto do Nascimento, gerente de Formação Continuada, afirmou que o objetivo maior é o reconhecimento da importância da literatura: “Todo este processo é para garantir o engajamento das unidades escolares e de toda a rede no reconhecimento da leitura como um direito e uma das formas de proporcionar a melhoria da qualidade da aprendizagem que é oferecida aos estudantes”, explicou.
Fonte da Matéria: PMVV

Compartilhe: